Para moradores ou para turistas, esses imponentes (e importantes) bingos fizeram história no Sudeste Brasileiro.

O Sudeste é a região mais populosa do Brasil e, antes do fechamento dos bingos, concentrava o correspondente a 53% de todas as salas de bingo do Brasil – somando a surpreendente quantia de 826 salões, espalhados pelos 4 estados da região. O estado de São Paulo, sozinho, comportava impressionantes 595 bingos, que juntos empregavam mais de 30.000 pessoas. Apesar do estado de Minas Gerais ter sido o segundo maior em número de salões, nenhum dos maiores bingos do Brasil ficavam no estado. Pelo seu tamanho, e também pela sua fama, os bingos aqui listados atraíam milhares de jogadores diariamente! Vamos entrar no túnel do tempo…

Bingo Augusta

O Bingo Augusta, situado em uma das ruas mais famosas de São Paulo, o bingo começou a funcionar em outubro de 1994. Um dos maiores do país em número de funcionários, o Bingo Augusta chegou a patrocinar atletas da delegação brasileira de Vela nas olimpíadas de Atlanta (1996), Sydney (2000) e Atenas (2004).

Scala Rio

A boate Scala, uma das mais famosas do Rio de Janeiro, se tornou bingo em 1994 por meio de uma parceria com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro. Com capacidade para receber 800 jogadores, o Scala era uma das casas de bingo mais luxuosas da cidade e dividia o espaço com espetáculos musicais, festas, bailes e outros eventos. O prédio foi demolido e se tornou uma concessionária.

Bingo Imperador

O Imperador, em Perdizes (São Paulo), foi aberto em 2002. Com capacidade para comportar até mil jogadores simultaneamente, era o maior do país na época de sua inauguração. A equipe de funcionários era composta por mais de 500 pessoas, entre terceirizados e membros da casa, e a sala era administrada pelo mesmo dono do bingo Imperatriz, no bairro do Paraíso.

Bingo Itaim

O Bingo Itaim foi o segundo maior bingo do Brasil enquanto funcionava, em um endereço na Rua Joaquim Floriano, em um dos bairros mais nobres da cidade. Em dezembro de 2017, o espaço reabriu como um salão de eventos que sedia bingos beneficentes, e funciona regularmente até hoje.

Bingo Imperatriz

Na época o maior bingo da América Latina, funcionou entre 2005 e 2007. Contando com salas de máquinas e de cartela, o Imperatriz atraía, além da comunidade bingueira de São Paulo, turistas e curiosos por sua arquitetura inspirada pelo continente africano. O prédio, localizado no bairro do Paraíso, foi descaracterizado e hoje abriga uma concessionária.

Bingo Arpoador

O maior bingo do Rio ocupava um prédio envidraçado na Rua Francisco Otaviano desde sua fundação, em 1994. Assim como o Bingo Augusta (São Paulo/SP), o Arpoador era conectado com os esportes: patrocinava a Federação de Atletismo do Rio de Janeiro, e tinha até uma equipe própria – chamada inicialmente de Arpoador Rio e depois Bingo Arpoador, se consagrou como um dos principais times do esporte no Brasil.